Estar no aqui e no agora

Estar no aqui e no agora é uma dificuldade que tenho enfrentado e acho que esta dificuldade é comum à grande maioria das pessoas que estão atentas  e querem viver no presente.

Quando ouço algumas pessoas falar sobre viver no agora, ou leio alguns livros que abordam o assunto, parece bastante simples. No entanto, quando tento colocar em prática é que me apercebo das verdadeiras dificuldades.

Depois de algumas leituras e reflexões, compreendi porque é tão difícil viver no agora. Tem tudo a ver com a nossa Mente. Durante o tempo que estive a escrever a primeira coleção de histórias infantis, sobre as emoções e como lidar com elas, criei várias personagens que existem na cabeça da menina da história, e confesso que acredito mesmo que elas existam na cabeça de todos nós! A Mente é uma dessas personagens.

A Mente é responsável pelos nossos pensamentos, logo nunca está calada. E quando lhe prestamos atenção ficamos surpreendidos com o que se passa dentro de nós. Se durante o dia ando mais ocupada e não lhe ligo, acreditem que à noite, quando tudo fica mais calmo e eu quero dormir, ela percebe que lhe dou ouvidos e bombardeia-me com todos os meus medos, inseguranças, angustias e afins. Ou então acorda-me bem cedinho e faz o mesmo…

A Mente é só um bichinho assustado e cheio de medo que quer ser ouvida, mas passamos a vida a ignorá-la e a fazer de conta que ela não existe. Foi isto que aprendemos a fazer e agora, se quisermos, só temos de a voltar a programar. A Mente pode ser vista como uma aliada ou como um adversário, é uma escolha.

Ela ou está no passado ou está no futuro, pois é completamente impossível estar no presente. Se a Mente significa pensar, como pode ela estar no presente? O presente não tem espaço, é exatamente agora e logo a seguir já virou passado. Logo, a Mente ou está no passado a remoer e a culpar-se do que aconteceu, ou vive a sonhar com o futuro e a criar expetativas que nos podem criar bastante frustração. E sobre isto tinha imenso que escrever…

Ora bem, o que é que eu tenho feito? Ajudado a personagem a que eu chamo de Consciente a estar atento e a regressar ao momento presente. Quando estou muito perdida pelo passado ou crio muitas expetativas em relação ao futuro, tento não fazer disso um grande drama. Trago simplesmente de volta a minha consciência ao que estou a fazer no momento. Ou pelo menos tento! Percebi que a mudança não é nada imediata e programar o meu cérebro com novas maneiras de viver leva o seu tempo.

É muito fácil a nossa Mente ficar perdida no passado ou no futuro, principalmente quando fazemos tarefas rotineiras, mas também só depende de cada um de nós querer mudar. Somos completamente responsáveis pelas nossas escolhas.

Só por hoje, escolho mudar e ser feliz no agora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: