Nascer do sol

Na maior parte dos textos que escrevo a fotografia é a última coisa a ser escolhida. As ideias sobre o que escrever surgem naturalmente e por vezes a fotografia também. Outras vezes tenho o texto escrito e ando por entre as pastas do computador à procura da imagem que encaixe. Esta manhã fui presenteada com o nascer do sol que veem na figura, fiquei maravilhada com um fenómeno que não dou conta todos dos dias e logo pensei em escrever sobre isso.

As fotografias que tenho usado são todas minhas, a maior parte tirada por mim e outras tiradas por quem estava comigo. Há exceção de uma, a do Sebastian Loeb, que infelizmente não é minha. Digo infelizmente, porque se fosse minha significava que o tinha conhecido!

Eram 7h da manhã e despertei. Na maior parte das vezes que isso acontece dificilmente volto a dormir. Depois de ter dado mais de 50 voltas na cama e insistido que podia ficar até às 8h, desisti. Lembrei-me que tinha uns assuntos a tratar e que podia fazê-lo antes da formação, assim escusava de ocupar a hora de almoço. Toca a levantar, banho e lá fui eu.

Parei três vezes pelo caminho para tirar fotografias. Tenho aprendido a trazer sempre a máquina fotográfica comigo, pois aqueles momentos mais improváveis surgem do nada. Nunca me tinha dedicado muito à fotografia e sou muito amadora, no entanto, é uma área que me está a despertar a atenção. Gostava muito de aprender mais sobre isto.

Entretanto já perdi a vergonha e quando quero uma fotografia diferente sei que tenho de sair da posição que a maioria das pessoas está quando fotografa. Há fotografias maravilhosas que se tiram do chão e para isso tem de se fazer algumas acrobacias!

É engraçado porque o nascer do sol acontece todos os dias, mas 99% das vezes não dou conta de tal fenómeno. A luz é muito diferente da luz da tarde e a energia também. Gosto muito de andar pela natureza de manhã, porque a luminosidade é outra. Eu começo a acreditar que sou uma criatura mais do dia do que da noite. Quando chega a uma certa hora, sou pior que os bebés e não há nada a fazer senão dormir. No entanto, bem cedo desperto para a vida e se estiver bem disposta faço imensas coisas. Levantar cedo faz com que o dia flua e eu consiga organizar muitas coisas.

Hoje quando saí de casa e vi o nascer do sol senti-me feliz por ter dado conta de tamanha maravilha. O de hoje foi semelhante a um pôr do sol e acho que nunca tinha dado bem conta que isso podia acontecer.

O sol nasce todos os dias e nunca é igual. Nós também temos a sorte de acordar todos os dias e renascer para a vida, com a oportunidade de fazer tudo diferente.

3 thoughts on “Nascer do sol

Add yours

      1. Tinha mesmo acabado de ver uns vídeos e fotos do Chris Burkard antes de vir ao teu blog. Estava a pensar “que saudades de pegar na máquina”… Depois venho aqui e… (Loeb à parte 😀)… fotografia… WOW…

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: