E quando somos atropelados?

Há situações que nos acontecem naqueles momentos em que nos escolhemos e em que está tudo a correr como esperávamos… literalmente, às vezes somos atropelados. Não por um carro, mas sim por um valente camião, ou seja pela vida! Tiram-nos o “tapete debaixo dos pés” e damos uma valente cambalhota! Porque é que a vida nos faz isto?

A vida coloca-nos diante de situações nas quais podemos praticar aquilo que vimos a aprender sobre nós mesmos e assim podemos usar as aprendizagens que achamos que são importantes para a nossa alma. Ai, mas vocês não querem saber disso para nada, pois não? Não faz mal, são postos à prova na mesma!

Será que isto está a acontecer na tua vida? Será que já aconteceu? Na minha já. Às vezes as coisas correm bem, somos surpreendidos e ficamos empolgados, animados e muito felizes porque finalmente aconteceu o que estávamos à espera há tanto tempo. Ou estamos a conseguir fazer aquela dieta, a fazer a tal meditação diária, ou a fazer aquilo que prometemos sem interferências.

De repente, alguma coisa acontece e há uma recaída, alguém te liga que não devia, apareceu um problema e agora tens de recomeçar de novo, ou olhas para a situação e achas que não vais conseguir levá-la até ao fim. Começas a dizer mal de tudo e ficas irritado, perdes o controle e o equilíbrio interno. É normal, os testes são-nos sempre feitos e às vezes parece que espalham manteiga no caminho para a escorregadela ser ainda mais perfeita! Já para não falar quando somos testados várias vezes sobre a mesma situação e continuamos a cair.

Na maioria da vezes não conseguimos entender logo o sentido maior de tudo aquilo, mas atraímos o que precisamos para crescer. A vida tem ritmo, é cíclica e este movimento de contração e expansão faz parte da natureza. Se aceitarmos que a vida tem este vai e vem, está cheia de montanhas e vales vamos conseguir ficar mais sintonizados com as aprendizagens. Para continuarmos a levantar-nos e a viver.

Mais tarde, se mantivermos uma visão positiva dos desafios, e se arriscarmos perceber o lado positivo da coisa, conseguimos compreender porque é que aquilo aconteceu e até mesmo perceber como foi vantajoso.

Já algumas vez pensaram em transformar as quedas numa coisa positiva? Como é que posso transformar isto numa coisa positiva? É uma boa pergunta que devemos guardar na memória.

Nos primeiros momentos é difícil, mas com o tempo vais encontrar as respostas.

4 thoughts on “E quando somos atropelados?

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: