Uma pequena história sobre emoções

Descobri um vídeo muito interessante com uma história deliciosa sobre as emoções: “Alfred and Shadow”. As emoções são muitas vezes temidas e evitadas porque são muito dolorosas. Então porquê prestar especial atenção às emoções? Convido-vos a assistirem ao vídeo.

Como está em inglês, deixo aqui um breve resumo da história. As emoções são importantes porque te dão informações essenciais sobre como seguir o teu caminho. Para além disso, ajudam-te a sobreviver, fornecendo-te uma forma automática de responder rapidamente a uma situação importante. As emoções também te ajudam nos relacionamentos com os outros e com as exigências da vida.

As emoções dizem-te o que necessitas e quando sabes o que necessitas podes agir para atender a essas necessidades. Elas também comunicam aquilo que sentes e são aprendidas através da experiência. As tuas experiências negativas podem-se transformar num assustador sentimento interior, semelhante a um monstro escuro. As reações emocionais foram aprendidas quando eras pequeno.

Tens mais emoções desagradáveis do que agradáveis. Isto significa que muitas vezes sofres bastante, mas as emoções desagradáveis (vergonha, medo, tristeza, raiva desgosto…) ajudam-te a sobreviver. Os sentimentos também tendem a ser um pouco desagradáveis se lutares contra eles. Se permitires que eles estejam presentes, tornam-se menos desagradáveis. Todos os sentimentos surgem das emoções básicas, por exemplo, a desconfiança vem do medo e a solidão vem da tristeza.

É aqui que as coisas complicam um pouco, pois as emoções nem sempre fornecem boas informações sobre o que te rodeia. Às vezes finges emoções para teres aquilo que queres e outras vezes tu encobres as tuas verdadeiras emoções com outras emoções. Se agires com raiva quando na verdade estás triste e precisas de compaixão e de conforto, em vez disso afastarás as pessoas de ti. Se fores paciente e curioso o suficiente para tentares compreender o que sentes, conseguirás curar as tuas emoções.

Se tiveste muito medo quando eras criança, cresceste com o sentimento de ter medo e depois sentiste a necessidade de te superproteger para que nunca mais ninguém te magoasse. Todas as pessoas que sofreram muito quando eram pequenas têm uma necessidade  enorme de se sentirem seguras, de se sentirem amadas e que lhes deem atenção. No entanto ao usares uma proteção, uma armadura as pessoas vão-se afastar de ti. Podes mostrar a alguém da tua confiança que sentes medo. Podes acolher o sentimento de ter medo e ouvi-lo, em vez de o ignorares, de o encobrires e o medo passa a ser mais sociável.

Também podes transformar o medo através da autocompaixão e se aprenderes a tomar uma posição clara. Podes defender-te sem teres de te afastar dos outros. Podes saber lidar com as críticas, mesmo que isso te magoe, podes arriscar e deixar as pessoas aproximarem-se, mesmo que tenhas medo de te magoar de novo.

Os teus sentimentos funcionam melhor quando estás consciente e lidas com as tuas verdadeiras emoções, mesmo que isso seja doloroso. As tuas verdadeiras emoções ajudam-te a obter o que realmente necessitas para ti e para os outros. As emoções persistentes e negativas podem mudar se tu aprenderes a prestar-lhes atenção; fores curioso e paciente com as tuas próprias emoções; falares e mostrares as tuas emoções verdadeiras; aprenderes a aceitar ter diferentes emoções; mudar emoções com emoções.

E tudo isto é fácil de fazer com a empatia e o suporte de outra pessoa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: